As quizilas, as réplicas e tréplicas inerentes ao pathos convivial — contraparte necessária ao pathos da distância constitutivo da linguagem da poesia — nos condenam a uma atitude de análise em que o importante é nos sentirmos implicados quer nos logros, quer nas pertinências que denunciamos.

quinta-feira, 12 de março de 2009

jogo de traduções e traições para um poema de RA

The Return
(translated from the Portuguese by Isis McElroy)

racial prejudice lives opens up its eyes hibernates in an intermediary zone mid history conventions like a divine text standard millenarian con job and the kingdom of stupidity congenital at birth emotional intellectual of the soul breath of the bared skinned monkey
but the audacity the panache the afro affront of the black man he who talks back retorts in legitimate attack stylishly blunt not beating around the bush and no longer swallowing the given-notion that racism has been ushered into a limbo
walled up with limbo so that the squally dregs of the niggers wouldn't crush it into a white powder immemorial marmoreal a limbo which provided providing shelter to racism which in time returns halt about-face returns in public visitation getting wind of the air invigorated by young leaves and eager not to see the infinite black spaces where puny stars coruscate


A Volta
(paulo de toledo, do inlgês para o português)

o preconceito racial vive abre seus olhos hiberna em uma zona intermediária convenções de história média como um texto divino milenar chupada padronizada e o reinado da estupidez congenital ao nascimento emocional intelectual daalma respiro do nu em pêlo macaco

mas a audácia a pretensão a afroafronta do homem negro ele que retrucaretorque em legítimo ataque esplendidamente brusco
sem enrolações e sem mais engolir a antiga noção de que o racismo foi lançado para umlimbo

emparedado num limbo
para que as ameaçadoras escórias dos negros não detonassem o poder branco imemorial marmoreal um limbo que ofereceu oferece proteção ao racismo que em tempo volta diante de nós volta a público revigorado pelo vento novo de novas folhas e ávido por não ver os infinitos espaços negros onde pequeninas estrelas coruscam

______________________________

O Retorno
(ronald augusto)

o preconceito racial vive abre os olhos hibema numa zona intermédia entre o costume história como texto divino hábito treta milenar e o reino da estupidez congenial ao nascimento sentimental intelectual da alma sopro do macaco desnudo depelado
mas a audácia o topete a afronta afro do negro aquele um que responde retruca em legítimo ataque e de maneira sem papado na língua sem travas na e não engolindo mais a meia-idéia de que para um limbo tenha sido conduzido o racismo
um limbo murando-o para que borrascas borra de negrada não o reduzisse a pó branco imêmore marmóreo um limbo que servisse servindo de abrigo ao racismo para então alguma vez torna e meia-volta re-tornar em visitação pública farejando o ar revigorado de novas folhas e disposto a não ver os negros espaços infinitos onde coruscam ínfimas estrelas

Um comentário:

  1. [b]preto/[b]
    [silver]branco[/silver]
    [b]preto/[b]
    [silver]branco[/silver]
    [violet]rosa[/violet]

    big abraço
    dioli

    ResponderExcluir

Seguidores