As quizilas, as réplicas e tréplicas inerentes ao pathos convivial — contraparte necessária ao pathos da distância constitutivo da linguagem da poesia — nos condenam a uma atitude de análise em que o importante é nos sentirmos implicados quer nos logros, quer nas pertinências que denunciamos.

domingo, 29 de agosto de 2010

terça-feira, 17 de agosto de 2010

machado tuitando



Mínimo canal semiótico para as truncadas falas do ego entre lúdico e engajado num debate sem centro visível, o limite de 140 caracteres para a mensagem impõe uma contenção compulsória na informação, proporcionando também interessantes demolições no processo semântico – tiro à queima-roupa na falácia, um convite à conexão-reflexo.
Além disso, esse fluxo de atualizações instantâneas permite jogos, cortes aleatórios, interlocuções improváveis no tempo e no espaço, apropriações acobertadas pelo conforto do anonimato.
Imagino, por exemplo, num deslo(u)camento temporal, Machado de Assis tuitando com alguns seguidores, sem tempo e lugar preciso. Vocábulos e frases retiradas de crônicas de 1876 a 1878 que, em distorcido contexto, concedem à mensagem um atrito anacrônico, uma outra pulsação.

Cândido Rolim

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Seguidores