As quizilas, as réplicas e tréplicas inerentes ao pathos convivial — contraparte necessária ao pathos da distância constitutivo da linguagem da poesia — nos condenam a uma atitude de análise em que o importante é nos sentirmos implicados quer nos logros, quer nas pertinências que denunciamos.

sábado, 5 de junho de 2010

vazio x arestas


4 comentários:

  1. o nada sem referencial nao é....
    tom gil

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, Tom. arestas como um degrau para algo, um princípio de "coisas à parte". arestas também como ruídos da geometria. abraço
    Cândido.

    ResponderExcluir
  3. candido

    geometria diferencial !!!!!!!!!

    aldir brasil

    ResponderExcluir
  4. Aldir, que visita boa, rapaz! abração
    Cândido.

    ResponderExcluir

Seguidores